Jiu-jítsu deve fazer parte do currículo do ensino fundamental, decide comissão do Senado

Projeto segue agora para análise da Câmara dos Deputados.

18/12/19 – 08h59

A Comissão de Educação (CE) do Senado aprovou o projeto do senador Chico Rodrigues (DEM-RR) que inclui a prática do jiu-jítsu nos currículos do ensino fundamental. A proposta pode seguir agora para a análise da Câmara dos Deputados (PL 4.478/2019).

Durante a análise do texto, Rodrigues detalhou que o jiu-jítsu passou a ser adotado como disciplina opcional em diversas escolas de Roraima nos últimos anos. Segundo seu relato, a prática tem gerado uma maior motivação nos estudantes e incrementado a disciplina.

“O jiu-jítsu traz benefícios à saúde física, ao equilíbrio mental e à interação social. Aumenta a coordenação motora e o controle muscular. Também melhora a capacidade cardiovascular e respiratória. Ainda há relatos de melhorias na capacidade de concentração, na autoconfiança e no controle disciplinar”, afirmou o senador.

 

Diário do Nordeste

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *