Brasil e Cabo Verde intensificam relações comerciais e de segurança

Cabo Verde pode ser ponte para atingir toda a África, diz chanceler.

10/12/19 – 08h31

O Brasil e Cabo Verde decidiram aprofundar os vínculos bilaterais nas áreas de segurança, defesa, comércio e cultura, anunciou ontem (9), o chanceler Ernesto Araújo, após um encontro com o ministro de Negócios Estrangeiros do país, Luís Filipe Tavares, na cidade de Praia, capital da nação africana. O ministro brasileiro também encontrou-se com o primeiro-ministro de Cabo Verde, Ulisses Correia e Silva.

O ministro Luís Filipe Tavares reafirmou o interesse de Cabo Verde em aprofundar as relações entre os dois países. “A África é, hoje, a noiva do mundo. Americanos, russos, chineses, europeus, Brasil também, querem reforçar as relações com esse continente. Cabo Verde quer levar o anel do Brasil para o casamento com a África”.

Cabo Verde, nação localizada em um arquipélago vulcânico perto da costa noroeste da África, foi o primeiro país a ser visitado na viagem iniciada ontem (8) pelo chanceler Ernesto Araújo por nações da África Ocidental. Os próximos países a serem visitados são Senegal, Nigéria e Angola.

O objetivo do périplo do ministro é implementar acordos nas áreas de segurança, defesa, comércio e investimentos. O chanceler deverá retornar ao Brasil em 13 de dezembro. “Estamos semeando iniciativas muito interessantes, identificando oportunidades em aumentar os investimentos, o comércio e o turismo” disse o chanceler brasileiro.

De acordo com Ernesto Araújo, Cabo Verde pode ser ponte para o Brasil para atingir toda a África em qualquer área de cooperação. “O Brasil está em um bom momento de abertura econômica. O papel de Cabo Verde é contribuir para uma nova parceria com a África”, disse

Cooperação

Outro ponto discutido pelos ministros foi a intensificação das relações visando defender a costa marítima próxima aos países da África Ocidental. Por iniciativa do Brasil, a Organização das Nações Unidas (ONU) aprovou, em 1986, uma resolução com o objetivo de defender e aproveitar o potencial socioeconômico dessa área do Atlântico Sul, que está sujeita a ataques de piratas e gangs que assaltam navios.

O ministro Luís Filipe Tavares disse que, no encontro que teve com Ernesto Araújo, o chanceler brasileiro manifestou o desejo de “reavivar” a cooperação com Cabo Verde nessa área.

 

Agencia Brasil

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *