Explosão em base russa causa aumento de radioatividade

Apesar de Ministério da Defesa negar, autoridades locais de Severodvinsk registram alteração em níveis de radiação e fecham parte do Mar Branco para transporte. Dois militares morreram após explosão de foguete.

09/08/19 – 09h02

A explosão de um foguete numa base militar perto da cidade de Severodvinsk, no norte da Rússia deixou dois mortos nesta quinta-feira (08/08) e provou um aumento nos níveis de radioatividade na região do incidente, o que levou ao fechamento de parte do Mar Branco para o transporte marítimo.

“Às 11h50 de Moscou, os sensores do Sistema de Controle da Situação Radioativa em Severodvinsk registraram um breve aumento do pico de radiação”, informou o governo local em comunicado.

A informação contradiz o Ministério da Defesa russo que negou qualquer alteração nos níveis radioatividade. Segundo a agência de notícias RIA, o governo afirmou que a explosão em uma base militar na região de Arkhangelsk não liberou substâncias perigosas na atmosfera.

Autoridades locais, porém, afirmaram em nota que a explosão provocou um breve aumento da radioatividade na área. Devido ao incidente, a região do Mar Branco próxima ao local da explosão precisará ser isolada por um mês.

Segundo as autoridades de Severodvinsk, cidade portuária às margens do Mar Branco e ponto da principal base naval russa no Ártico, a radiação começou a “diminuir” na sequência. Duas horas depois, o nível da radiação era de “0,11 microsievert por hora, de um máximo permitido de 0,60 microsievert”, explica a nota.

As autoridades de Severodvinsk, com cerca de 190 mil habitantes, garantem que a situação não provocou um aumento do nível de radioatividade na área das empresas que trabalham na região.

Citando dados do Ministério de Emergências, o Greenpeace disse os níveis de radiação subiram 20 vezes em relação ao normal na cidade. O grupo ambiental pediu que o órgão de proteção ao consumidor da Rússia estabelecesse o que causou essa alteração e se ela representava um risco à saúde.

Segundo o Ministério de Defesa da Rússia, a explosão aconteceu durante testes com “um motor a reação de combustível líquido”. Dois militares morreram e outros seis ficaram feridos.

A base é usada para testes de armas, inclusive mísseis balísticos utilizados pela Marinha russa. Esse é o segundo incidente militar que ocorreu no país nesta semana. Na segunda-feira, uma série de explosões num depósito de uma base na Sibéria deixou um morto e 13 feridos.

 

Deutsche Welle

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *