Motoristas e pedestres reclamam de sinalização em obra de binário

Desvios são realizados na Avenida Santos Dumont desde abril, mas a falta de sinalização no trecho entre as ruas Valdetário Mota e Francisco Matos ainda causa impacto negativo para pessoas que passam pela via.

21/05/19 – 08h53

Orientada em sentido único no trecho entre a Rua Valdetário Mota e a Rua Francisco Matos, desde o dia 11 de abril, a Avenida Santos Dumont ainda apresenta complicações devido à falta de sinalização nas obras para a implantação do novo binário na via.

A situação no local é descrita por alguns motoristas como ‘confusa’. As intervenções têm previsão de entrega para o segundo semestre deste ano, e incluem a remoção do canteiro central, construção de sistema de drenagem, implantação de pavimentação asfáltica, ciclofaixas, calçadas padronizadas, sinalização viária e paisagismo.

“Vai ter uma melhora, mas a sinalização está um pouco fraca. Até semana passada, eu estava me confundindo por aqui”, relata o motorista Júnior Mendonça.

Os efeitos da sinalização precária também são sentidos pelos pedestres. Para atravessar a avenida, é preciso andar junto aos veículos, segundo a aposentada Francimília Alves. “Está horrível. Não podemos mais sair de casa nem para fazer compras, porque é péssimo circular por ali”, diz.

Na esquina entre a Rua Valdetário Mota e a Avenida Santos Dumont, próximo a um posto de gasolina a travessia a pé preocupa Francimília. “A nossa passagem ali é correndo risco. Os ônibus sobem a calçada do posto, não se pode ficar ali”, lamenta.

Já para o despachante aduaneiro Roberto Damasceno Rocha, 67, o problema está no desvio feito pela Rua Lauro Nogueira, necessário para quem trafega no sentido praia-sertão. Segundo relata, o trecho é considerado perigoso no turno da noite e muitos condutores evitam passar pelo local, acessando trajetos bem mais longos.

Acompanhamento

O impacto causado na via é avaliado diariamente por uma equipe da Secretaria Municipal da Infraestrutura (Seinf), conforme a titular da Pasta, Manuela Nogueira. Segundo ela, uma vez que a obra ainda está em curso, é natural que a sinalização no trecho seja mal interpretada por condutores.

“Quando as placas forem verdes, aqueles sentidos serão fixos, e deverão ser seguidos até o dia de implantação final do binário. Quando as placas forem laranjas, a gente precisa saber que é uma placa indicativa de desvio de obra. No sentido da Santos Dumont pra acessar a Lauro Nogueira, tanto quem vai pela rua lateral como quem vai pelo viaduto, hoje os dois acessarão pelo mesmo local, porque tá lá a placa laranja. Futuramente, a gente terá um novo acesso de quem vai cruzar a Santos Dumont e passar por debaixo desse viaduto”, alerta a secretária.

 

Diário do Nordeste

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *